segunda-feira, 26 de abril de 2010

Desafio da Música Gospel em Brasília: Como foi

Olá leitores!

Gostaria de deixar aqui o resumo de como foi minha participação no desafio da música gospel nacional em Brasília:


Cheguei cedo ao local: umas 8:00 da manhã e ,pra variar, fiquei no local errado da audição, até saber onde era o correto já havia passado 1 (uma) hora, e fui à pé. A fila já estava grande,mas ainda consegui ser um dos primeiros, separaram o pessoal que já tinha a ficha em mãos dos que ainda não tinham ou faltava alguma coisa. Fiquei em 16º lugar, e logo nos levaram para dentro do ginásio de taguatinga, ficamos lá durante muito tempo mesmo. Houveram problemas com a impressora do pessoal da administração, mas logo foi resolvido. O clima estava tenso, todo mundo tentava esconder conversando, fazendo novos amigos, mas eu pude perceber que todos, enclusive eu, estavam ansiosos pelo grande momento. Eu era o único do Tocantins ali naquele lugar, haviam umas 100 pessoas no máximo e cada um cantava melhor que o outro. As audições começaram às 13:30,ouviram cinco pessoas e tres foram aprovados. e logo liberaram o pessoal para o almoço. Retornamos às 15:00 e a ansiedade aumentava cada vez mais, ver aquele caminhão só me deixava nervoso, dava pra ouvir o pessoal cantar lá dentro colocando o ouvido na lataria do caminhão, ainda bem que tinhamos uma repórter pra lá de animada pra não nos deixar mais nervosos ainda, e ela era muito espontânea,minha audição foi exatamente às 18:20, cantei, apenas cantei, já estava tão nervoso e não conseguia me expressar direito então apenas fechei os olhos e cantei: "Senhor, quebra o meu orgulho eu quero descer e mergulhar nas águas do teu amor, me purifica eu quero ser limpo, como Naama no teu poder", canção de Raquel Mello e nani azevedo, a escolhi pois fala muito ao meu coração, e parei. o pr. foi o primeiro a falar: disse que eu cantava muito bem e me deu um sim logo de cara, a soraya me elogiou também, e disse que eu precisava me soltar mais um pouco, o chris de repente deu a impressão de que ia me desaprovar, mas me aprovou e eu soltei logo um sorriso no rosto. O restante do pessoal continuou a ser avaliado e a segunda etapa foi lá pras 2 da manha, já estavamos com fome, com sede e cansados e foi tudo muito rápido: Mal terminávamos de cantar e já passavamos o microfone para o competidor seguinte. Cantei: Deus está aqui. Foi rápido, mas foi uma bênção! Logo nos deslocamos para uma sala e lá tivemos o resultado final de tanto esforço e dedicação. Não fui eleito, mas saí de lá com os méritos de um Adorador, depois de quase 19 horas de espera e ansiedade. Deus realizou o seu plano naquele momento. Creio que o Senhor tem o melhor para os seus filhos, não desanimei pelo simples fato de não ter ganho, mas, pelo contrário, a cada dia que passa sinto uma imensa vontade de contar para o mundo o quando Deus é bom.

Leonardo Pontes.