sábado, 31 de março de 2012

EXISTE UM PADRÃO DE MÚSICA GOSPEL?



OLÁ LEITORES,

A MÚSICA GOSPEL É REFERENCIAL EM TODO O MUNDO, POIS ELA TEM UMA CARACTERÍSTICA EXCLUSIVA. MUITOS CANTORES SECULARES ATUAIS TIVERAM ALGUM CONTATO COM A MÚSICA CRISTÃ E FORAM INFLUENCIADOS POR ELA E HOJE UTILIZAM DESSES ARTEFATOS EM SEU REPERTÓRIO. APESAR DE A MÚSICA GOSPEL INFLUENCIAR MUITO AS MÚSICAS SECULARES, PODE HAVER NEGLIGENCIA DA PRÓPRIA IGREJA EM ACEITAR RITMOS QUE FOGEM DOS PADRÕES CONGREGACIONAIS. SERÁ QUE REALMENTE HÁ UM PADRÃO QUE DEFINE A MÚSICA GOSPEL CRISTÃ?

A MÚSICA EVANGÉLICA CARACTERIZA-SE PELOS GRANDES CORAIS MESCLADOS AOS PIANOS, ÓRGÃOS E INSTRUMENTOS DE SOPRO, MÚSICAS FÁCEIS E ALEGRES SÃO MARCAS REGISTRADAS QUE A IGREJA PRIMITIVA ENSINOU. LOGO DEPOIS, COM O SURGIMENTO DAS IGREJAS PENTECOSTAIS, UM ESTILO GOSPEL MAIS FORTE E MAIS AGITADO GANHOU ESPAÇO, PRINCIPALMENTE NAS IGREJAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS. MAIS TARDE, OUTROS RITMOS COMO O FORRÓ, SERTANEJO, DANCE E O ROCK FORAM SENDO INSERIDOS GRADATIVAMENTE COMO ALTERNATIVA.


BEYONCE, MADONNA, MICHAEL JACKSON ENTRE OUTROS, E ATÉ BANDAS COMO U2 JÁ PASSARAM PELOS ALTARES DE IGREJAS EVANGÉLICAS E APÓS “DESVIAREM”, VENDERAM MILHARES DE DISCOS. A MÚSICA GOSPEL FOI, DE FATO, PEÇA FUNDAMENTAL DE INSPIRAÇÃO PARA O SUCESSO DELES.


MAS, ATÉ HOJE OS RITMOS ALTERNATIVOS NUNCA FORAM BEM ACEITOS PELAS IGREJAS EM GERAL, PRINCIPALMENTE NAS TRADICIONAIS O USO DELES É ABOMINÁVEL, POIS ESTARIAM INFLUENCIANDO A CARNALIDADE. POR OUTRO LADO, A MÚSICA DIFERENCIADA NOS CULTOS ATRAI MUITOS JOVENS AO EVANGELHO, PORTANTO ALGUMAS IGREJAS JÁ TEM INCLUIDO OUTROS RITMOS EM SEUS REPERTÓRIOS COM ESTE OBJETIVO.

O ESTILO GOSPEL ESTÁ BUSCANDO NOVOS RUMOS E, PORTANTO, ATÉ ESTA NOMENCLATURA DEVERIA SER MUDADA. NÃO HÁ MAIS UM PADRÃO MUSICAL ESPECÍFICO E SIM A BUSCA POR ESTILOS QUE AGRADEM A DIVERSOS PÚBLICOS, E ISSO NÃO É PROBLEMA, POIS, DE QUALQUER FORMA, TODOS OS RITMOS PERTENCEM A DEUS. PORTANTO, DESDE QUE FALEM DE DEUS E O TRATEM COMO SOBERANIA DIVINA A MÚSICA GOSPEL PODE TER QUALQUER RITMO, QUE FICA A CRITÉRIO DO OUVINTE.

FIQUEM NA PAZ.